Faleceu, nesta segunda-feira (11), aos 56 anos, o economista Eduardo Guardia, ex-ministro da Fazenda e CEO da BTG Pactual Asset. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Guardia assumiu o Ministério da Fazenda em abril de 2018, nos últimos meses do governo Michel Temer, após o então titular, Henrique Meirelles, deixar o cargo para disputar as eleições. Antes, atuou como secretário-executivo, o equivalente ao cargo número 2 da pasta, de 2016 a 2018.

Em janeiro de 2019, assumiu o posto que ocupava no BTG Pactual.

No setor público federal, também foi secretário do Tesouro Nacional de maio a dezembro de 2002, no final do governo Fernando Henrique Cardoso. Durante a mesma gestão, atuou como secretário-adjunto da Secretaria de Política Econômica.

Após o fim do governo FHC, foi secretário de Fazenda de São Paulo de 2003 a 2006, na gestão do então governador Geraldo Alckmin.

Eduardo Guardia era Doutor em Economia pela Universidade de São Paulo (USP). Também foi Diretor de Produtos e Relações com investidores da BM&F Bovespa, além de diretor executivo da B3, a bolsa de valores, e diretor financeiro e de relações com investidores da gestora GP Investments.

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: