Na tarde dessa quinta-feira (6), militares do 63° BPM e representantes do Consep de Córrego Fundo se reuniram para o recebimento de equipamentos e instrumentos de menor potencial ofensivos (IMPO).

Estiveram presentes na sede do destacamento da Polícia Militar de Córrego Fundo, a presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep), Maria Inez Guimarães, os conselheiros, Dimas Deon Leal e Tamara Guimarães e o vereador Romário José da Costa.

Na ocasião, o comandante do 63° BPM, tenente coronel Fábio Gotelip Júnior e os militares (capitão, Lúcio Marcos da Silva, Cmt da 290ª Companhia; o 2° tenente André Henrique Fernandes de Brito, Cmt do 2º Pelotão e o 2° sargento Mateus Cesar Alves do Nascimento, Cmt do Destacamento de Córrego Fundo) receberam da presidente do Consep, os equipamentos e instrumentos.

Os instrumentos foram adquiridos por meio de verba própria do Consep de Córrego Fundo. Os materiais entregues foram uma espingarda calibre 12, munições de elastômero, uma pistola de emissão de impulsos elétricos (PEIE) com cartuchos e quatro espargidores Max Pimenta.

Segundo informações da Polícia Militar, os materiais serão utilizados no policiamento ostensivo para aumentar a segurança nas abordagens policiais e propiciar respostas mais adequadas dentro do uso diferenciado da força pelo policial militar.

Na oportunidade, o tenente coronel Fábio Gotelip Júnior enfatizou que os equipamentos representam melhorias para a segurança pública, melhores condições de trabalho para os policiais militares e, respectivamente, melhores condições de servir e proteger a comunidade.

Ele ressaltou a parceria entre a PMMG, o Consep e os poderes constituídos, oportunidade que comentou sobre os dados estatísticos referentes à redução da criminalidade violenta em Córrego Fundo na taxa de 66% no ano de 2020 para 2021; redução de 100% no número de homicídios de 2020 para 2021 e um aumento de 116% na repressão qualificada da violência no mesmo período, no que se refere a prisão/apreensão de autores de crimes de tráfico de drogas.

Fonte: Polícia Militar

Comentários
COMPATILHAR: