Apesar de a cervejaria holandesa Heineken ainda não ter divulgado qual cidade que abrigará a tão esperada nova fábrica em Minas Gerais, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Uberaba, Rui Ramos, revelou que a empresa escolheu uma área sigilosa do município e assinou um pré-contrato com os proprietários. Objetivo: preservar uma propriedade para possível instalação dessa sua nova unidade.

Em entrevista à Rádio JM, Ramos disse que, inicialmente, seis áreas foram pré-selecionadas pela empresa em Uberaba. “Eles escolheram e nós só ajudamos a colocá-los em contato com os proprietários para fazerem as visitas. Dessas seis, foi escolhida uma área e assinado um pré-contrato com os proprietários”, revelou o secretário, que fez questão de ressaltar que ainda não existe nenhuma definição sobre a fábrica.

“Mais de 30 reuniões já foram realizadas com os representantes da Heineken para discutir a possibilidade de trazer o investimento para Uberaba”, complementa o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Ainda segundo Ramos, além de Uberaba, a Heineken também analisa possibilidade de instalar a sua nova fábrica em Uberlândia ou Passos.

“A decisão é técnica e econômica. A nossa chance, acho que é grande. A expectativa é um posicionamento definitivo da empresa sobre a cidade até o fim de abril”, finalizou Rui Ramos

 

No dia 17 de fevereiro, durante visita a Uberaba, o governador Romeu Zema disse que, se depender dele, a nova fábrica da Heineken será no município.

 

“Se depender de mim, sim. Eu já deixei claro para o presidente (da Heineken). Mas vale lembrar que essa decisão final é da empresa, que já fez pesquisas e Uberaba está muito bem posicionada”, considerou.

 

Como motivo de sua preferência por Uberaba, Zema, que é natural de Araxá, destacou que a cidade, que fica a cerca de 100 Km de sua terra natal, é considerada por ele uma segunda casa.

 

A nova fábrica da Heineken terá investimentos de R$ 1,8 bilhão, com uma produção prevista de 760 milhões de litros por ano e com capacidade para atender toda a Região Sudeste.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: