Além da desilusão por não poder contar com a cerveja, bebida mais consumida em eventos de Copa do Mundo, o torcedor que estiver presente no Catar, estará desembolsando o valor do ingresso de cada partida, 40% mais caro em comparação aos jogos da Copa da Rússia, em 2018. Ingressos para a final, por exemplo, podem chegar a U$811, em média, cerca de R$4330.

Os chamados jogos da primeira fase, ou jogos menos disputados por torcedores, chegaram a custar U$254 na Rússia, R$1360 hoje na cotação brasileira. Já no Catar, esses jogos estão saindo pelo valor de U$339, R$1810, na moeda do Brasil, segundo um estudo da Keller Sports, site destinado a pesquisas do mundo esportivo.

Segundo o site, a Copa do Catar já pode ser considerada a mais cara da história, com gastos em torno de 3 bilhões de dólares somente em gastos com novos estádios e reformas. Além disso, teve mais investimentos em vias de transportes e no Aeroporto internacional de Doha.

A título de comparação, a Copa da Alemanha, em 2006, é considerada a mais barata dos últimos tempos com custo médio de U$119 por jogo (R$635), cerca de U$200 (R$1068) a menos em relação a esse ano. A final, disputada no estádio olímpico de Berlim, teve ingressos em média no valor de U$262 por assento, convertido em moeda nacional no valor de R$1400, cerca de U$550 (R$2940) a menos.

Fonte: Hoje em Dia

 

Comentários
COMPATILHAR: