O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG), anuncia uma nova expansão do Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) nas escolas da rede estadual mineira. Não só o número de estudantes atendidos aumentará nessa modalidade de ensino como, também, a abrangência territorial: o EMTI chegará a 407 municípios em 2023 – atualmente são 338 cidades. Entre as novidades está o aumento de 50% na oferta do EMTI Profissional.  Com a expansão, ao todo 720 escolas estaduais passarão a disponibilizar o EMTI, com mais de 100 mil vagas.

Atualmente, a modalidade está em 591 escolas da rede, com cerca de 61 mil alunos matriculados. Desse total, no próximo ano, 299 escolas serão de Ensino Médio em Tempo Integral Profissional, quando o estudante terá a oportunidade de concluir o ensino médio e um curso técnico ao mesmo tempo. O investimento previsto do Estado na expansão da modalidade em 2023 é de cerca de R$137 milhões, valor que considera despesas de pessoal, custeio e investimentos para o devido funcionamento do Ensino Médio em Tempo Integral.

Uma das pioneiras na política de implementação do EMTI na rede estadual, em 2019, a Escola Estadual Neusa Pimentel Barbosa, de Paracatu, no Noroeste de Minas, já colhe bons frutos. Segundo a diretora Ana Beatriz da Silva Oliveira, novas turmas serão abertas em 2023 devido à demanda da comunidade.

O EMTI oferece mais oportunidades aos alunos tanto na formação acadêmica quanto para a vida. Desenvolvemos a pedagogia da presença e todos se sentem envolvidos. A escola hoje é muito reconhecida em toda a cidade de Paracatu como sendo de excelência, de inclusão, de respeito, de acolhimento e formação profissional. Para este ano de 2022, nós tivemos até lista de espera de interessados em cursar o EMTI conosco”, conta a diretora.

A EE Neusa Pimentel Barbosa conta hoje com 263 estudantes do Ensino Médio em Tempo Integral e Profissional com opção de curso técnico em Agropecuária e ainda cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) de  Agente Cultural e Assistente de Produção Cultural.

A expansão na rede estadual visa atender a meta seis do Plano Nacional de Educação (PNE), que idealiza que a rede estadual de ensino ofereça educação em tempo integral em pelo menos 50% das escolas públicas e de forma a atender 25% dos alunos. “Essa expansão é de extrema importância porque possibilita que o estudante possa ficar mais tempo no ambiente escolar gerando maior aprendizado e, consequentemente, maior inserção no mercado de trabalho de forma mais efetiva. Esse aumento no número de vagas é motivo de muito orgulho”, destaca o secretário de Estado de Educação de Minas Gerais, Igor de Alvarenga.

 

Desempenho superior

O Instituto Insper (Centro de Evidências da Educação Integral) estudou os impactos econômicos de médio e longo prazo de uma educação integral. A pesquisa apontou que estudantes dessa modalidade de ensino têm desempenho superior aos estudantes de escolas regulares.

A diferença de desempenho pode chegar até 20 pontos em escala do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), ressalta a diretora da Educação Integral  e Profissional da SEE/MG, Andrea Botelho de Abreu. “Outro ponto positivo que o estudo aponta é que estudantes do ensino integral têm maior índice de conclusão do ensino médio e de acesso e conclusão do ensino superior e, consequentemente, remuneração maior do que os estudantes que se formaram em ensino médio parcial. Os benefícios tendem a ser ampliados em sua trajetória profissional”, explica Andrea.

Mais detalhes sobre o estudo do Instituto Insper podem ser acessados aqui.

 

Vagas em 2023 

Os estudantes interessados em ingressar no Ensino Médio em Tempo Integral no ano que vem já podem realizar o cadastro para garantir uma vaga. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio do Sistema Único de Cadastro e Encaminhamento para a Matrícula (Sucem), até 30/11, no site cadastroecolar.educacao.mg.gov.br.

Para se inscrever, pais, responsáveis ou o aluno maior de idade devem acessar o site do Sucem e preencher os campos com o nome, data e local de nascimento, além do nome do pai, mãe ou responsável legal, entre outras informações. O candidato também deverá indicar qual é o tipo de ensino, nível e etapa que pretende cursar.

Para saber mais sobre o Ensino Médio em Tempo Integral acesse o site https://querointegral.org/mg/.

 

Fonte: Agência Minas

 

Comentários
COMPATILHAR: